Instrumento da Paz - Bezerra de Menezes

INSTRUMENTO DA PAZ

Já é hora de quebrarmos as barreiras do sectarismo religioso. É hora de cristãos: católicos, espíritas e protestantes se unirem, neste tempo de grandes dores, de grandes aflições, para que se instaure na Terra a Nova Era, a Era da Regeneração. E assim, possamos, dia após dia, sermos instrumentos da paz de Nosso Senhor.
Que onde quer que passemos possamos ser as testemunhas vivas do Evangelho, acendendo as luzes nas trevas da ignorância.
Que nestes dias amargos, quando o ódio pulula nos corações, possamos levar o amor que abrasa, que multiplica, que balsamiza e que cura.
Que onde houver o desespero, mães chorosas pela perda dos seus filhos, seres desgostosos, marginalizados pelo desemprego, quando o desalento toma conta de famílias que veem a droga assolando os seus filhos, possamos levar a esperança, essa luz que brilha trazendo uma nova aurora.
Ah, meus filhos! Quando as trevas se abaterem sobre o lar, no marido corrompido, na esposa atrabiliária, no filho doente, acendamos a luz, iluminando o nosso caminho e daqueles que estão a nossa volta.
Quando, por acaso, a dúvida assolar o coração, com questionamentos acerca da vida, da justiça de Deus, que nunca falha e nunca erra, possamos buscar a verdade que liberta, a palavra excelsa de Jesus.
Ah, meus filhos! Nesta Nova Era que se instaura em nosso Planeta, procuremos mais compreender que sermos compreendidos; amar, do que sermos amados; perdoar, do que sermos perdoados, porque conforme nos ensinou o Pobrezinho de Deus, o Santo de Assis, é dando que recebemos, é perdoando que somos perdoados e é morrendo que nascemos para a vida eterna.
Amados da minh’alma! Nesta noite de bênçãos, ao recordarmos do Poverello de Assis, a chama do seu amor possa brilhar dentro dos vossos corações. E cada um de nós, a seu tempo, possamos cumprir a missão que nosso Pai nos outorgou, seja na família, seja no trabalho, na comunidade ou no seio religioso em que nos encontramos.
Levai convosco o nosso abraço paternal, levai convosco as nossas bênçãos, que recaem do Mais Alto sobre os vossos Espíritos.
Não temais, porque aquele que porfiar até o fim, este sim, será salvo.
Não olvides do convite de Jesus, que está batendo na porta, dizendo: “Vem, irmão, atravessa a porta estreita e seja feliz no Reino dos Céus”.
Recebam o carinho e o nosso abraço, do Servidor Humílimo de Jesus,

Bezerra de Menezes


(Mensagem psicofônica ditada pelo Espírito Bezerra de Menezes, recebida pelo médium e orador espírita Wellerson Santos, no final da palestra pública realizada na Casa Espírita Allan Kardec, em Taiobeiras (MG), na noite de 13 de outubro de 2013). 

2 comentários:

  1. Foi uma noite simplesmente maravilhosa. Muita emoção!!
    Deus te abençõe sempre Wellerson, para que possas sempre levar tão sublimes ensinamentos, iluminando muitos filhos de Deus pelo caminho da evolução!

    ResponderExcluir

Deixe aqui os seus comentários com o seu contato.
Muito obrigado!